Câncer no pulmão

O pulmão é o principal órgão do sistema respiratório, sendo responsáveis pela absorção do oxigênio presente no ar (inspiração) e pela expulsão do dióxido de carbono (expiração). Esse processo, chamado de troca gasosa, é fundamental para o funcionamento do corpo e pode ser comprometido quando o paciente é diagnosticado com câncer no pulmão.

O câncer no pulmão é o segundo mais comum no Brasil, tanto em homens quanto em mulheres, e possui um alto índice de mortalidade. De acordo com as estatísticas do Instituto Nacional de Câncer (INCA), em 2019 quase 30 mil brasileiros vieram a óbito devido ao tumor.

Quais são os tipos de câncer de pulmão?

Os principais tipos de câncer no pulmão são:

Câncer pulmonar de células pequenas

Quando o tumor cresce rapidamente e se espalha para órgãos distantes do pulmão. Este tipo representa de 10% a 15% dos casos diagnosticados.

Câncer pulmonar de células não-pequenas

Trata-se do tipo de câncer de pulmão mais comum, abrangendo 80% a 85% dos casos. Ele é dividido em três subtipos: o adenocarcinoma, o carcinoma espinocelular e o carcinoma de grandes células (indiferenciado).

Como começa o câncer de pulmão?

Os tecidos e órgãos do corpo humano são formados por células que possuem uma forma ordenada de se dividir e reproduzir. O câncer no pulmão começa quando acontece uma disfunção celular, ou seja, o processo de divisão e reprodução das células ocorre de forma descontrolada.

O que pode causar o câncer no pulmão?

Uma das principais causas do câncer pulmonar é o tabagismo, sendo prejudicial, tanto para os fumantes, quanto para os fumantes passivos — apesar de esse impacto ser mais intenso para os fumantes. Outros fatores que aumentam o risco de desenvolvimento do tumor são:

  • Idade igual ou superior a 45 anos;
  • Exposição demasiada e constante à poluição;
  • Exposição frequente ao amianto ou ao gás radônio;
  • Presença de doenças pulmonares como a tuberculose.

Quais são os sintomas do câncer do pulmão?

O câncer no pulmão é caracterizado pelos seguintes sintomas:

  • Rouquidão;
  • Tosse persistente;
  • Dores no peito;
  • Dificuldade para respirar;
  • Escarro com sangue;
  • Cansaço e fraqueza constantes;
  • Emagrecimento e falta de apetite sem causa aparente.

Como é feito o diagnóstico e tratamento do câncer pulmonar?

A investigação diagnóstica pode ser realizada com o raio-x do tórax, tomografia computadorizada e a broncoscopia conforme os sintomas apresentados pelo paciente. O médico pode solicitar outros exames complementares dependendo do caso.

O tratamento do câncer no pulmão pode ser realizado por cirurgia, quimioterapia ou radioterapia. A duração do tratamento pode variar de acordo com o avanço da doença, sendo que as chances de cura são maiores quando o diagnóstico é feito precocemente. Para saber mais sobre o assunto, entre em contato e agende sua consulta com um dos especialistas da Clínica Care.

Fale
Conosco
Seta direita

Escolha uma
Unidade